Vigésimo Quarto Domingo Após o Pentecostes (A)

“A parábola dos talentos ou minas”. Pintura de Willem de Poorter.

“Portanto, não durmamos como os demais, mas estejamos atentos e sejamos sóbrios.” (1 Tessalonicenses 5.5)

 

Continuar lendo

Anúncios

Todos os santos

Escrito por Thiago de Paula Cruz

“Dia de Todos os Santos – Sanok”. Fotografia de Silar.

Todos os santos

Acendi uma vela neste dia dos santos
Com coração contrito e a mente bem longe
Naqueles que morreram, passaram a ponte,
E agora não mais choram em seus alvos mantos.

Depositei crisântemos como coroa
Sobre a lápide fria do soldado guerreiro
Que me inspira a viver e a me dar por inteiro
Àquela voz que une, ama e ressoa.

Uma lágrima corre e para num riso;
Eu estou triste aqui por ser um peregrino,
Mas me alegro, feliz, por verem o divino!

Espero ter a honra da ressurreição
E em Tua misericórdia estar com meu irmão
Cantando eternamente num só coração!