Tradução – The Name of Our Hope – Yasunori Mitsuda

Olá pessoal!

Esta é uma postagem bastante ousada para mim.

Afinal de contas, assumi comigo mesmo não apenas a responsabilidade de traduzir uma música em japonês, mas também escolhi uma faixa sem qualquer tradução online que tenha podido encontrar como referência e, além de tudo, é uma faixa que gosto desde antes de considerar a possibilidade de aprender o idioma em que é cantada.

Então ao mesmo tempo que me sinto orgulhoso de compartilhar isso nesse espaço, sinto-me também bastante preocupado. Espero que esteja à altura do que essa música e sua letra excelente merecem.

O nome oficial em inglês da música é “The Name of Our Hope” (como podemos ver em uma das divisões do conto) e é por essa razão que optei em colocar este título na postagem ao invés da tradução ou do original em japonês. Da mesma forma, embora a obra seja um projeto de esforços combinados, optei por colocar o nome do Mitsuda no título apenas porque é por ele que geralmente ela é referenciada.

Ela é a faixa de número treze em um projeto chamado “Kirite” capitaneado por Masato Kato e Yasunori Mitsuda. Enquanto aquele escreveu um conto chamado “As Cinco Estações de Kirite”, este compôs catorze belas faixas para pintar toda a atmosfera em meio a qual acontecem seus eventos.

Infelizmente meu japonês ainda não é bom o suficiente para ler e traduzir o conto de maneira digna e, por isso, fico devendo análises mais aprofundadas da relação entre música e literatura até outra oportunidade.

De qualquer maneira, eu já gostava muito dessa música desde antes de entender uma palavra sequer do que era cantado. A forma com que ela é construída do começo, a forma com que ela cresce, se alegra e depois termina numa explosão que silencia em instantes é de uma beleza envolvente e essencial nela. As influências célticas do Mitsuda perpassam o disco todo e continuam vivas nesta sua penúltima faixa também.

Quando comecei a entender um pouco a letra, esse final passou a me cativar ainda mais. Especialmente a última linha que anuncia a neve do chão derretendo e a primavera chegando. Cantando junto, é muito difícil para mim até hoje não perder a voz pela forma com que essa imagem tão viva é trazida de modo simples, belo e em plena harmonia com todo o instrumental.

Quando decidi me dedicar a traduzir essa música, percebi que ela trazia ainda mais imagens bem construídas e que valeria a pena postar o resultado dessa minha tarefa em algum lugar para que outros pudessem ter acesso a alguma coisa dela.

146_02

A letra viva foi feita por Junko Kudou e cantada magistralmente por Eri Kawai que, infelizmente, faleceu em torno de três anos depois da gravação desse disco. Uma das melhores vozes de cantoras japonesas que já tive o prazer de escutar.

Ainda sobre a letra, gostaria de fazer uma menção ao uso que seu autor faz dos ideogramas de 希望 que são geralmente lidos como “kibou” e traduzidos por “esperança”. Contudo, essa palavra possui uma leitura especial que é “yume”. Geralmente “yume” é grafado como 夢, porém, o escritor utiliza a leitura pouco comum de 希望 na quarta estrofe em um sutil jogo de palavras com 夢 que aparece na segunda estrofe. A razão desse pequeno jogo de palavras é, provavelmente, para destacar a diferença que há entre um tipo de sonho ideal (que não pode se realizar) e um sonho real (que pode ser realizado). Enquanto dormimos, nosso sonho é ideal, mas quando acordamos, nossos sonhos se tornam nossa esperança porque podem ser realizados. A própria voz da Eri Kawai passa essa mesma diferença e podem notar isso com facilidade já que o “sonho possível de ser realizado” marca uma mudança essencial da música para a alegria da manhã e da estação nova que se inicia.

Para terminar esta breve introdução, quero dizer que essa música é muito especial para mim e espero que possa se tornar também para vocês que me leem nesta primeira manhã de primavera.

Letra em japonês:

希望の名は

朝に生まれた 春の風が
窓の隙間ぬけて 起こしに来る

耳に届く あなたの声
花は 明日咲くよ
昔 誰かが見た 夢は続く

遠い旅して 帰り着いた
ここで目覚めるから 隣りにいて

長い夜を 歩きながら
ずっと 名前呼んだ
道は 朝へ続き 希望(ゆめ)へ続くよ

回れ 回れよ 二人の砂時計
草の波間を 駆け抜け 風がゆく

揺れる 揺れるよ きらめく 木洩れ日に
青い 蕾は 静かに 目を覚ます

巡る 巡るよ 日射しは 降りそそぐ
白い 大地を 溶かして 春が来る

 

Transliteração:

kibou no na wa

asa ni umareta haru no kaze ga
mado no sukima nukete okoshi ni kuru

mimi ni todoku anata no koe
hana wa ashita saku yo
mukashi dareka ga mita yume wa tsuduku

tooi tabishite kaeri tsuita
koko de mezameru kara tonari ni ite

nagai yoru wo aruki nagara
zutto namae yonda
michi wa asa he tsuduki yume he tsuduku yo

maware maware yo futari no sunatokei
kusa no namima wo kakenuke kaze ga yuku

yureru yureru yo kirameku komorebi ni
aoi tsubomi wa shizuka ni me wo samasu

meguru meguru yo hizashi wa furi sosogu
shiroi daichi wo tokashite haru ga kuru

 

Tradução para o português:

O nome de nossa esperança

O vento da primavera nascida ao amanhecer
Passa pelas frestas da janela e vem me acordar.

Sua voz que chega aos meus ouvidos;
As flores desabrocharão amanhã;
O sonho outrora visto por alguém continua.

Viajou para longe e retornou.
Como desperta aqui, fique por perto…

Enquanto andava pela longa noite,
Continuamente chamava meu nome.
O caminho continua rumo à manhã e à esperança!

Gire, gire a ampulheta de nós dois!
O vento que corre através da grama ondulante segue adiante.

Balança, balança! Sob os brilhantes raios do sol atravessando as folhas das árvores,
O verde botão acorda silenciosamente.

Envolvem-no, envolvem-no! Os raios de sol o banham.
O chão alvo derrete e a primavera chega.

Anúncios